#SomosEssenciais: Campanha FEBRAC reforça a importância das empresas do setor de limpeza e conservação no combate ao Coronavírus.

A FEBRAC (Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza e Conservação), iniciou neste mês de outubro a campanha #SomosEssenciais, focada na valorização do trabalho dos profissionais de empresas de serviços especializados, como uma iniciativa para dar maior visibilidade aos trabalhos realizados pelo segmento, que têm sido essenciais durante este período de pandemia da COVID-19.

Atualmente são mais de 1,8 milhão de trabalhadores e 42,5 mil empresas no setor de limpeza e conservação associadas, dando origem a campanha que, além de conscientizar para as importantes ações do setor, demonstra a grande atuação de todos os envolvidos neste cenário de calamidade pública, reunindo uma mão de obra treinada e qualificada em 27 segmentos representados pela FEBRAC.

A exemplo de outros setores que passaram e passam pelos desafios da pandemia, como a área da saúde, segurança, transportes e os comércios fundamentais, como o segmento de alimentos, as empresas e empregados do setor de limpeza e conservação tem realizado um papel fundamental no compromisso de manter a segurança e saúde dos usuários, garantindo as condições necessárias ao funcionamento de outros ambientes, entidades, empresas, organizações, entre outros.

A campanha possui o slogan “Empresas de serviços especializados – Essenciais para ajudar a reerguer o país e combater a pandemia”, sendo intitulada “Somos Essenciais” e com início nesta terça-feira, 20 de outubro, devendo seguir até o final de novembro.

Um dos destaques apresentados para a mesma, são os novos protocolos para que empresas do setor possam manter espaços públicos e particulares higienizados de forma segura e conveniente, sendo estes mais rigorosos que os tradicionais, no intuito de garantir total segurança dos clientes e trabalhadores.

Segundo o portal do SEAC (Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Estado do Paraná), “a Covid-19 e a necessidade de tornar os espaços de diferentes tipos e ocupação seguros e adequados a essa nova realidade evidenciaram a importância do setor de serviços especializados. A expectativa é de que, nos próximos meses, haja um aumento nos investimentos voltados ao aperfeiçoamento dos trabalhadores e ao uso de tecnologia, que no ano de 2012 foram de R$ 110 milhões em treinamento. Para atender às novas demandas também é esperado uma elevação nas contratações do setor, que é um dos que mais emprega no Brasil e é também um grande arrecadador de impostos”.

“Como aconteceu com vários segmentos econômicos, o nosso setor foi bastante impactado pela pandemia, mas seguimos o nosso compromisso de mantermos nossas empresas firmes para ajudar o Brasil a sair desta crise, mantendo os milhares de empregos que geramos e garantindo o funcionamento de locais essenciais para a população”, afirma Renato Fortuna Campos, presidente da FEBRAC.


FONTE / APOIO:



Deixe uma resposta